Rodada decisiva na Copa Regional dos Campeões

Três jogos encerram a 1ª fase da competição

A rodada que define o confronto único de Repescagem, bem como os duelos da fase de Quartas de Final da 9ª Copa Regional dos Campeões – Troféu Sulita, acontece neste final de semana.

No sábado (14 de setembro), às 15h15min, em Macieira, no Campo Municipal, a equipe da casa, o Internacional recebe o Grêmio Lageadense, representante de Arroio Trinta.

No mesmo horário, porém no domingo (15), em Fraiburgo, no Estádio Macieirão, o FEC/São Cristóvão/Trinca Vidros/AABB recebe o Real Rocha/Anta Gorda de Pinheiro Preto.

Também no domingo, em Rio das Antas no Campo do Avaí, Caçador encara o Juventude/Quiosque Testolin de Videira.

  • O mando de campo é de Caçador, mas em virtude da utilização do Estádio Dr. Carlos Alberto da Costa Neves por parte da Caçadorense (que estreia na Série C do Catarinense), a partida acontecerá em Rio das Antas.

CLASSIFICAÇÃO

O 8º e 9º colocado disputam jogo único de Repescagem. Os 7 primeiros avançam para as Quartas de Final.

AS POSSIBILIDADES

  • Fraiburgo: Se vencer termina na liderança e enfrentará nas Quartas de Final, o vencedor do confronto de Repescagem. Se perder ou empatar será o segundo colocado;
  • Rio das Antas: É a única equipe com sua situação 100% definida. Já é o terceiro colocado e não perde mais está posição;
  • Tangará: Torce por um empate ou derrota de Fraiburgo para terminar na liderança. Caso Fraiburgo vença, a equipe tangaraense ficará na segunda colocação;
  • Videira: Pode até perder duas posições em caso de derrota (combinado a outro resultados). Se vencer confirma a 4ª colocação, Em caso de empate, torce para que Arroio Trinta e Pinheiro Preto não vençam;
  • Arroio Trinta: Se vencer pode assumir a 4ª colocação, desde que Videira não vença Caçador. Se perder, pode perder posições e ainda, que remotas, corre risco de disputar a Repescagem;
  • Pinheiro Preto: Se vencer, pode chegar a 4ª colocação, mas depende de derrota ou empate de Videira e Arroio Trinta. Se perder corre risco até mesmo de jogar a Repescagem.
  • Treze Tílias: Folga na última rodada e assiste tudo de camarote, com 2 pontos somados. Torce para tropeços de Macieira e Caçador, para não disputar a Repescagem.
  • Macieira: Precisa da vitória para escapar da Repescagem
  • Caçador: Vive mesma situação. Precisa vencer para fugir da Repescagem

ARTILHARIA

Diei (Tangará) e Juninho (Videira), ambos com três gols marcados.

CRITÉRIOS DE DESEMPATE
Art. 55º – Em caso de empate na pontuação entre as equipes, em alguma das fases da competição, serão obedecidos os critérios abaixo:
  1. a) ENTRE DUAS EQUIPES:
1º) – Maior número de vitórias (V);
2º) – Menor número de gols sofridos (GS);
3º) – Maior número de gols marcados (GP);
4º) – Saldo de gols (SG);
5º) – Confronto direto (se caso existir);
6º) – Menor número de cartões vermelhos (CV);
7º) – Menor número de cartões amarelos (CA);
8º) – Sorteio público.
  1. b) ENTRE TRÊS OU MAIS EQUIPES:
1º) – Idem ao anterior, menos o confronto direto
  • Único: Os mesmos critérios, valem para o rankeamento do índice técnico e para a definição do mando de campo, nas fases eliminatórias.
VEJA TAMBÉM
COMENTÁRIOS
Carregando