Moisés Penso: o maior medalhista de Videira nos JASC

Penso é presidente da Federação Catarinense de Judô

O videirense Moisés Gonzaga Penso, presidente da Federação Catarinense de Judô (FCJ), participou do Giro Esportivo Regional do La Pelota na sexta feira, 09 de agosto, para destacar dentre outros assuntos, os 50 anos da Associação Videirense de Judô (AVJ), que realizou evento festivo e competitivo no final de semana, no Ginásio Sérgio Luiz Marafon.

A paixão de Moisés pelo judô vem de berço, afinal seu pai Camilo, é um dos precursores da modalidade em Videira. Moisés é o maior medalhista do município de Videira nos Jogos Abertos de Santa Catarina: ao total são 16 medalhas.

Em seu extenso currículo coleciona inúmeras conquistas e participações, dentre as quais destaca-se:

  • Bicampeão brasileiro de judô master (2004 e 2006);
  • Tricampeão dos Jogos Abertos;
  • Destaque esportivo Jornal A Notícia em 1986;
  • Campeão Interestadual;
  • Disputou Mundial em 2007.

CURIOSIDADES JUDÔ VIDEIRENSE

  • O judô videirense foi campeão estadual do JASC, em 1972, 1981 e 1986, além de alcançar cinco vice campeonatos (82, 84, 87, 89 e 98).
  • A primeira participação em JASC, foi em 1971, e Camilo Penso já foi medalhista.
  • Em 1981, com apoio da Perdigão (grande incentivadora do esporte videirense), Videira montou uma grande equipe com Walter Carmona, Luiz Onmura e Luiz Shinohara. Walter e Luiz Onmura foram medalhistas de bronze nas Olimpíadas de Los Angeles, em 1984. Só pra ter uma ideia da qualidade da equipe!
  • Em 1981 ainda, Videira ficou com o ouro em todas as categorias do JASC, porque os outros municípios se recusaram a competir com os melhores do país. Além do JASC, equipe conquistou para Videira, o 7º Torneio Interestadual, em Joinville, o campeonato estadual e o campeonato brasileiro adulto, além de ser a base da seleção brasileira que foi campeã mundial.
  • Camilo Penso foi presidente da FCJ entre 1978 e 1979
  • Você sabia? Que Camilo Penso já lutou com a clavícula fraturada?
Recorte de Jornal do Correio do Vale (2006)
VEJA TAMBÉM
COMENTÁRIOS
Carregando