Torino FC: uma das grandes equipes da história do futebol tangaraense

Na década de 60, o Torino Futebol Clube de Tangará, disputou o Campeonato Catarinense de Futebol.

Ildo, Vilson e Nelson Vanelli, Arestides Furlin, Dirceu Arcari, Willi Panceri, Henrique, Leatar Bogo, Leônidas Socha, são alguns dos atletas que aparecem na foto, em destaque da matéria.

HISTÓRICO

O Torino de Tangará, foi fundado em meados de 1940-50, época em que o clube homônimo italiano viveu seu pior pesadelo e também seu auge: primeiro com a queda da aeronave que transportava o seu plantel e semanas depois com a conquista do tetracampeonato italiano, em maio de 1949.

Tal como ocorre até os dias atuais em Turim, na pacata e italianíssima Tangará dos anos 1950-60, o Torino era o segundo time da cidade, ficando atras do Juventus Futebol Clube. Prova disto, é que enquanto o Juventus desde 1957, vez ou outra figurava nas disputas do Campeonato Estadual, o Torino teve uma única aparição, no Campeonato Catarinese de 1964, quando esteve na 4ª Zona, que contava apenas com clubes do Oeste Catarinense.

Equipe no Desfile de sete de setembro de 1962, em Tangará.

Além das façanhas nos gramados, que ficaram mais restritas ao âmbito regional, o Torino notabilizou-se até a década de 1970 por promover um dos melhores carnavais da região. Extinto há varias décadas, o que resta do clube são apenas as lembranças e raríssimos registros dos poucos que tiveram a oportunidade de defende-lo ou vê-lo jogar.

Torino (1959)
Borsoi, Ade Vanelli, Melotti, Meleka, Pila, Espuleta, Dedão, Alberto Martelli, Simionatto, Airton Hack, João da Pina, Rato são alguns dos atletas que aparecem na foto

Em 2004, já com uma nova geração (sob o comando de Itamir Ceron), o Torino sagrou-se campeão do Municipal de Futebol de Tangará. Confira matéria no link abaixo….

Torino – Campeão em Tangará (2004)

Itamir Ceron foi quem comandou o retorno da equipe em 2004

Foto, texto e informações: Futebol Catarinense das Antigas (Facebook). História do Futebol (Sérgio Mello e Cícero Urbanski), Boteco do Pardal e Arquivos Cláudio Paulino da Costa

VEJA TAMBÉM
COMENTÁRIOS
Carregando