América – Campeão da Taça Campeão dos Campeões de 2011

Copa Arroio Trinta: definidos os confrontos de repescagem
28/03/2018
Copa Placidio de Futebol Suíço Feminino iniciou na sexta feira (23)
28/03/2018

América – Campeão da Taça Campeão dos Campeões de 2011

Ronaldo Piscinas
Comercio Zanella 728×90

A Taça Campeão dos Campeões de Videira era disputada entre a equipe campeã da primeira divisão da cidade e o campeão da categoria principal do interior.

América/Farmácia Geremias e Atlético Vista Alegre garantiram suas vagas na grande decisão ao vencer as respectivas competições no ano de 2010. Além do título que unifica os dois campeonatos o jogo garantia uma vaga para a 2ª Copa Regional dos Campeões, organizada pela Rádio Vitória AM 1320.

Historicamente os times do interior sempre levaram vantagem, porém em 2011, a história foi diferente, já que o atacante Facada estava numa tarde inspirada e marcou os três gols da equipe do América/Farmácia Geremias do técnico Xinoco.

A grande decisão aconteceu no dia 20 de fevereiro de 2011, no Estádio Municipal Luiz Leoni.

Na foto em destaque (acima), em pé da esquerda para a direita: Clodo Moriggi, Não Identificado, Facada, Peretti, André Bondan, Cavalo, Adriano Pirolli, Maurício Pirolli, Xinoco e Roberto.

Agachados: Nesi, Pedro Henrique Nesi (criança), Diego Boca, Joacir, Simon, Anderson Pirolli e Ezequiel.

Facada marcou os três gols do América, na vitória por 3 a 1.

Na partida final que teve arbitragem de Adelmo Albiero foram distribuídos 6 cartões amarelos (4 para o América e 2 para o Vista Alegre).

Atlético/Vista Alegre ficou com o vice

Confira mais fotos, clicando aqui!


O JOGO (contado pelo Boteco do Pardal)

Em uma partida cheia de emoção, uma boa dose de polêmica e uma tarde inspirada de Facada, o América/Farmácia Geremias fez 3 a 1 sobre o Atlético Vista Alegre, ficou com a Taça Campeão dos Campeões e ainda garantiu a vaga na Copa Regional dos Campeões.

O jogo começou em ritmo alucinado, com o América/Farmácia Geremias abusando dos lançamentos para Facada, enquanto que o Atlético coordenava as ações no meio-campo, principalmente com o habilidoso Gima. Mesmo com o domínio territorial do time de Vista Alegre foi o campeão da cidade quem saiu na frente, após um presente do lateral Noel (não, não é natal), que errou o passe, deu nos pés de Facada, que teve apenas o trabalho de driblar o goleiro e empurrar para o fundo das redes.

Gima (na época um menino) foi um dos destaques da equipe da comunidade de Vista Alegre.

No restante da primeira etapa continuou a pressão pra cima da defesa do América, que sofria nas bolas alçadas na área. Nos minutos finais o goleiro Nesi operou um pequeno milagre, salvando sua equipe de sofrer o gol de empate. O segundo tempo começou da mesma forma, com pressão total do campeão do interior e logo nos primeiros minutos Taylor deixou tudo igual após bela cobrança de falta.

Taylor marcou o único gol da equipe de Vista Alegre na partida

Não demorou muito e o América/Farmácia Geremias voltou a ficar na frente. Enquanto Ezequiel fazia boa jogada pela direita, Facada entrava na área junto com um zagueiro. O atacante foi mais esperto e empurrou o adversário, mas não dava para a arbitragem perceber, já que a jogada acontecia longe dali. Ezequiel se livrou da marcação e cruzou para Facada apenas empurrar para as redes: 2 x 1.

O Atlético tentava a todo custo chegar ao gol de empate, enquanto que o time do professor Xinoco começou a explorar ainda mais o contra-ataque. Em um destes lances Ezequiel avançou com a bola, saiu do marcador e apenas rolou para Facada, que “encheu o pé” e estufou as redes do goleiro Jhonny Vian, marcando seu terceiro gol na partida e liquidando a fatura.

No final, revolta dos jogadores do Atlético e a partida terminou aos 43’40”, pois o árbitro Adelmo Albiero afirmou que não havia segurança para o prosseguimento da partida (não havia policiamento no Estádio).

Arbitragem, encerrou a partida aos 43 minutos do segundo tempo, alegando falta de segurança.

Com o apito final o América/Farmácia Geremias garantiu mais um troféu, tornando-se soberano no município. Clodomir Moriggi, zagueiro americano, garantiu o bicampeonato na Taça Campeão dos Campeões, pois na temporada passada foi campeão com o Ipiranga de Sede Etelvina, justamente em cima do América. 

Fotos: Pardal

Deixe seu comentário
Compartilhe!
Comercio Zanella 728×90
Ronaldo Piscinas