Ouro Verde reativa sua praça de esporte

Confraternização de ex-atletas do Estrela acontece no dia 15 de abril
14/03/2018
Copa Arroio Trinta: três jogos movimentaram a competição no final de semana
18/03/2018

Ouro Verde reativa sua praça de esporte

Comercio Zanella 728×90
Ronaldo Piscinas

Ouro Verde completa em abril, 63 anos de fundação.

O segundo time mais antigo de Rio das Antas (mais jovem apenas que o Avaí), está reativando sua praça esportiva depois de quase uma década sem partidas, e um campo de tantas histórias que parecia agonizar.

Arquivo 2016 relata o abandono do campo do Ouro Verde.

Confira matéria de 2016 falando do abandono do campo do Ouro Verde e do SERI de Ipoméia!

A Sociedade Esportiva Ouro Verde fundada em 02 de Abril de 1955, esta prestes a completar 63 anos. Porém seu registro junto ao Diário Oficial ocorreu apenas em 1968, como mostra a imagem abaixo, do jornal que fez a publicação oficial. Não obtivemos a informação de quem foi seu primeiro presidente, mas em 27 de maio de 1968, data da promulgação no Diário Oficial, seu presidente era Nelso Roque Bortolini. As famílias Bigarella, Bortolini, Munaretto, Pierdoná, Brancher, Menegati, Milan, Pereira, Paviani entre outras foram algumas a estarem junto a agremiação.

Publicação no Diário Oficial

Inicialmente o campo ficava localizado onde atualmente passa a Rodovia SC 355, o progresso fez com que suas instalações mudassem de lugar. Na imagem abaixo é possível ver uma partida amistosa entre a equipe do Ouro Verde e do Ipiranga de Sede Etelvina no ano de 1965. Ao fundo residências do Sr. Saturno da Silva, Sr. Antoninho de Lima e do Sr. Tealmo Morgenstein. Á frente percebemos o Rio Lajeadinho.

Foto: Arquivo Dirceu Camuzzato

Padre Hermenegildo Bortolatto dando a benção ao novo campo do Ouro Verde.

Dérbi: Ouro Verde x SERI

Como falar de Ouro Verde e não citar o Seri (Sociedade Esportiva e Recreativa Ipoméia)?

SERI, o grande rival do Ouro Verde

No início da década de 70, o Ouro Verde possuía tantos adeptos e atletas que era impossível comportar tantos pensamentos diferentes, embora existisse na época duas equipes: a principal e a aspirante. Surge então em 1971, o Seri formado basicamente por dissidentes do Ouro Verde, nasce também a rivalidade de um dos maiores, senão o maior Derbi (confronto esportivo entre duas agremiações da mesma localidade) da região. Na foto abaixo uma das muitas formações do Ouro Verde, na década de 60.

Arquivo de Celso Xavier

Em pé da esquerda para direita: Mario Tessari, Mario Brancher, Erminio Milan(In Memorian), Lírio Pierdona, Celso Xavier e Vivaldino Vian

Agachados: Alcidez Bigarella, Luiz Brancher (In Memorian), Domingos Brancher, Atílio Milan e Amauri Siqueira.

No último sábado o Ouro Verde reabriu sua praça de esportes, reunindo alguns daqueles que construíram parte desta história bonita, diga-se ainda, um belíssimo campo de futebol. A história deste time se mistura a história do município de Rio das Antas e jamais pode ser esquecida. Boa sorte a Sociedade Esportiva Ouro Verde!

Em pé da esquerda para a direita: Nelson Bortolini, Nelso Menegatt, João Munarrreto, Arlindo Menegatt, Sérgio Barcaro Romualdo da Silva, Armando Brancher, Delmar Farias

Agachados:  Luiz Antônio Bigarella, jovem desconhecido, Toninho Munaretto, Marco Antônio Bigarella, Desconhecido, Desconhecido e Marco Aurélio Farias

 

Deixe seu comentário
Compartilhe!
Ronaldo Piscinas
Comercio Zanella 728×90